Apelido (Nick)
Senha
+ Esqueci a Senha
+ Criar meu Cadastro


Saúde e Segurança do Trabalho
Responsável e Serviços 3RBrasil
Riscos Ambientais e Acidente do Trabalho
DORT & Fisioterapia
EPI/EPC - Cálculos
Ruído Ocupacional (PCA)
PPRA/PCMSO
INSS e LTCAT
CIPA / SESMT
Vibração Ocupacional
Gestão em SMS (SA 8000 e OSHA 18001)
Aposentadoria Especial
Cabeça Artificial
Terminologias e Normativas
Cursos e Modelos
Eletricidade NR10
Call Centers / Teleatendimento
Ferramentas / Estudo de Caso
NoiseAtWork e MapAtWork
iNOISE Modelagem GSI
App NoiseAdvisor e VibAdvisor
Vibração no Corpo Inteiro (enjoo) e Escala de Mal-estar (adoecimento)

No Brasil a vibração ocupacional só é regulamentada para a questão do risco a saúde, isto é, relacionado à insalubridade. Há limites bem definidos nas normas internacionais para trabalho eficiente e para enjoo, sendo este último mais complexo por necessitar de instrumentação com capacidade de medição com exatidão entre 0,1 Hz e 0,63 Hz em 1/3 de oitavas. Para tal os equipamentos devem possibilitar cortes em 0,08 Hz e 0,63 Hz respectivamente (passa alta e passa baixo). Também merece destaque a sensibilidade do acelerômetro utilizado que deve ser compatível com esta área de atuação.


Na composição do índice MSDV (Motion Sickness Dose Value), a aceleração é a ponderada por frequência no eixo z, awf (é wf - Function for weighting accelerations in relation motion sickness, developed for vertical direction e não wk), isto é, MSDVz e depende da forma que o agente físico vibração afeta a saúde, o conforto, a percepção e que cause enjoo; dependente da freqüência de vibração. Portanto, diferentes curvas são aplicadas para diferentes eixos e efeitos que estão sendo observados.


O “To” na fórmula do MSDV é o total do tempo ou período que o movimento ocorre. Então a incidência de enjoo é cumulativa. Contudo a severidade pode aumentar ou diminuir em função das acelerações instantâneas que aumentarão ou diminuirão o valor médio equivalente no tempo (A.leq). Lógico que ponderado e no eixo z (wf conforme ISO 8041). O índice MSVD é multiplicado por uma constante Km que para uma população misturada de homens e mulheres é de 1/3. O valor Km x MSVD pode variar em função da aceleração e do tempo de exposição ao movimento vibratório e está relacionado (“ a índice”), isto é, a percentagem de indivíduos que ficarão enjoados.


Lembramos mais uma vez da capacidade do equipamento de medição em sensibilidade e faixa de frequência e que o mesmo deve apresentar os dados de medição tanto por nível global como por 1/3 de oitavas, pois vibração deve-se conhecer a frequência que está causando o risco, além de fornecer informações imprescindíveis para verificação e aprovação da medição, já que todo elemento mecânico tem uma assinatura por frequência característica. Recomendamos o SV 106 (da Svantek), considerado o equipamento mais completo atualmente para medição de vibração no corpo humano em todas as faixas de frequência e sensibilidade, além de permitir a medição de vibrações de máquinas quando acoplados a diferentes acelerômetros (Cortesia 3R Brasil Tecnologia Ambiental, www.3RBrasil.com)



Outros artigos desta seção:
. Monitoramento de ruído e vibração em embarcações com foco no conforto, trabalho eficiente e nos limites de exposição para insalubridade (Vibração no corpo humano)
. National Instruments e Labview na área de saúde e segurança do trabalho (com equipamentos modulares)
. Vibrações Ocupacionais (VCI / VMB) ou Vibração no Corpo Corpo Humano (WBV / HAV).



Gostou do novo Portal ISegNet?
Sim, gostei. Está mais interativo!
Não gostei
Votar   |   Parcial



   Digite sua conta de email e receba
   nossos boletins informativos.
  
  

O Site
    Home
    Cadastro
    Shop
    Fórum
    Mapa do Site
    Adicionar Favoritos
Conteúdo Principal
    Segurança do Trabalho
    Metrologia
    Qualidade Industrial
    Meio Ambiente
    Saúde e Qualidade de Vida
© ISegNet
Todos os Direitos Reservados

Desenvolvimento Mundo Digital

Pág. carregada em 0.1 segundo(s)