Apelido (Nick)
Senha
+ Esqueci a Senha
+ Criar meu Cadastro


Privacidade
Institucional
3R Brasil Tecnologia Ambiental
3RHsec NOVO!!!
Medição de Ruído
Cadeira Verde
Teleatendimento (analises)
IsegTools
Produtos
Colunistas
Cursos Especiais
Sustentabilidade
Estado da Técnica
Campanhas parceiras
Videos Acesso Verde
Alerta Autoridades
Resumo NR(s)
Jornal Segurito
eSocial e 3RRSLabor
Pequenas Empresas
Links Especiais
Conquistando Vantagem Competitiva - Convergência entre Saúde, Segurança e Meio Ambiente

Cada vez mais é reconhecido que o aumento da eficiência das empresas num ambiente tecnológico crescente e competitivo agravado pela progressiva expansão dos mercados, esbarra no trinômio saúde, segurança e meio ambiente. Podemos afirmar que a sobrevivência das empresas não está apenas relacionada à capacidade de adaptação num ambiente tecnológico dinâmico, mas, também, ao bem estar de toda a sociedade, gerando menos resíduos poluentes e indivíduos doentes. Uma população com saúde, vivendo e trabalhando em condições seguras e harmoniosas, certamente, é mais produtiva e eficaz.

As séries ISO 9000 surgiram como as primeiras normas com intuito de padronizar os requisitos exigidos de fornecedores. Essas normas proporcionam maior facilidade nas transações comerciais nacionais e internacionais. Ao mesmo tempo, elas impõem barreiras técnicas à comercialização de produtos e serviços que não se enquadram às suas recomendações. As organizações, ao aplicá-las, apoiam-se em estratégias de controles baseadas na Metrologia, na Normalização e gerenciamento do processo exigindo sistemas reconhecidos de certificação e credenciamento. Não existe qualidade sem controle de qualidade. Não existe controle sem medição confiável. Não existe medição confiável sem calibração. Não existe calibração sem laboratórios credenciados com padrões rastreados. Não existe rastreabilidade sem padrões de referência primários. Não existe padrão de referência sem metrologia.

Posteriormente, começaram a aparecer as normas de gestão ambiental ISO 14000 com a idéia do desenvolvimento sustentável, que estabelece novas prioridades para a ação política em função da nova concepção do desenvolvimento. Essas normas são bastante semelhantes as anteriores (série ISO 9000), contudo retratam um fato importante: a responsabilidade internacional pelo desgaste do patrimônio natural, assim como, a capacidade de atingir rapidamente todos os povos.

A certificação pela ISO 14000 exige das empresas fornecedoras de produtos e serviços processos de produção e fornecimento mais específicos, isto é, além dos requisitos anteriores, demanda-se para a implantação da ISO 14000 um maior conhecimento tecnológico para o desenvolvimento e controle de processos de produção não poluidores. Isso tem impacto direto nas relações comerciais num mundo globalizado (fenômeno financeiro com conseqüências nos sistemas de produção) e dinâmico, onde se procura constantemente superar as expectativas dos clientes.

Por outro lado, a conformação estrutural produzida pela forma como se propagou o progresso técnico no plano internacional, fez surgir o subdesenvolvimento, imposto aos países da “periferia” pelos países ricos e gerada pela lógica dos mercados. Tais normas de sistema de gestão passaram a ser usadas como obstáculo a comercialização de produtos e serviços nos grandes blocos econômicos; fundamentadas em especificações puramente técnicas. O que, diga-se de passagem, contradiz com as regras estabelecidas em consenso internacional pelos 134 países membros da ISO: as normas de gestão não devem ser compulsórias. Atualmente, estamos no estágio de maturação das normas de gestão de sistemas que tendem a convergir para o mesmo ponto, considerando todos os anteriores. São as normas de Gestão de Sistema de Saúde e Segurança Ocupacional - SGSSO.

Embora não exista uma ISO específica que trate da saúde e segurança no trabalho, já são empregados modelos como a BS8800 (norma Britânica), a AS 8000 (responsabilidade social) e a OSHA 18001 (Americana) em diversas organizações a nível mundial. Os países membros da ISO votaram contra a formação de um comitê técnico para SST em meados dos anos 90.

Podemos concluir esse artigo fazendo uma reflexão em relação às normas de gestão de sistema, tendo como foco a organização de trabalho:

- As séries da ISO 9000, de um modo geral, melhoraram a relação entre empresas fomentando maior padronização com a elaboração de procedimentos documentados dos processos de produção. Em contrapartida tais procedimentos tornam os empregados substituíveis, e de certa forma, “descartáveis” aumentou a terceirização dos processos das empresas e alterando profundamente a organização de trabalho.

- A ISO 14000 e a necessidade do desenvolvimento sustentável favoreceram a implantação de processos não poluidores, promovendo o bem estar da sociedade como um todo. Ela permitiu aos especialistas de mercado quantificar o passivo ambiental produzido pelos processos e produtos (resíduos) das empresas.

Tais normas também vem impossibilitando que os países menos favorecidos se utilizem dos seus recursos naturais já que estes não tem capacidade de utilizá-los de forma sustentável. Os países desenvolvidos não repassam tecnologia, o que deveria ser um ponto a ser levado em consideração ao serem elaboração as normas de gestão.

A gestão em saúde e segurança do trabalho, embora não seja discutida no âmbito internacional através de comitê técnico da ISO, é tratada em outros fóruns internacionais promovidos pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e pela OIT (Organização Internacional do Trabalho). No âmbito regional, alguns países já se utilizam de normas consensuadas para certificação de empresas em SGSSO. Essa antecipação provavelmente se deve ao fato das crescentes fusões e acordos, “Trades”, entre empresas que necessitam conhecer de fato a realidade econômica de seus parceiros. Muitas empresas possuem um passivo trabalhista que quando contabilizado podem superar seus próprios valores.


Outros artigos desta seção:
. A Metrologia e a Sociedade
. Ruído no interior de casas noturnas
. A Busca por Novos Conceitos em Odontologia



Gostou do novo Portal ISegNet?
Sim, gostei. Está mais interativo!
Não gostei
Votar   |   Parcial



   Digite sua conta de email e receba
   nossos boletins informativos.
  
  

O Site
    Home
    Cadastro
    Shop
    Fórum
    Mapa do Site
    Adicionar Favoritos
Conteúdo Principal
    Segurança do Trabalho
    Metrologia
    Qualidade Industrial
    Meio Ambiente
    Saúde e Qualidade de Vida
© ISegNet
Todos os Direitos Reservados

Desenvolvimento Mundo Digital

Pág. carregada em 0.0 segundo(s)